11 de fevereiro de 2012

Amarelo

Depois que você chegou eu gosto mais de amarelo. Sempre fui de tons mais fechados, cores sóbrias e neutras. Isso quando não assumia o branco de dias nublados. Dias brancos sempre foram meus preferidos, talvez pela melancolia das nuvens bem juntas. Mas depois que você chegou os dias amarelos ficaram mais amigos. É uma coisa mais solar, um jeito mais alegre. Você trouxe um pouco de distração, uma quase preguiça. Era o que faltava, era o recheio, o meio. Hoje acho que a claridade pode ser tão confortável quanto a sombra. Amar, mar, elo. Depois que você chegou eu gosto mais do mar, de amar. Consigo ver um pouco de amarelo no canto do sorriso, vejo melhor a luz - amarela - da lua e sinto com afeto o sol matinal me abraçar generosamente. Você aprendeu o aconchego dos meus dias brancos e eu aprendi a disposição dos teus dias amarelos - e todas as implicações das cores em nossos olhares. Sei que existem outros tons e cores, mas o que pode ser mais alegre que o amarelo?! É tudo luz, é tudo brilho. O passo anda mais solto, as mãos mais espertas e os sentimentos mais livres. Depois que você chegou eu gosto mais de amarelo. Gosto mais do mar. Gosto mais de amar. Gosto mais de você. E gosto mais de mim.