24 de janeiro de 2011

Decisão

Faz alguns dias ela resolveu aceitar a companhia, a amizade e o carinho. Resolveu aceitar que passado a gente não esquece, mas presente a gente é que escolhe. Ela entendeu que problema que a gente inventa é a gente que resolve. E ela resolveu. Assumiu o afeto escondido (pois amor não se esconde, irremediavelmente). E decidiu aceitar. Depois de muito pensar ela decidiu dar uma chance a ele. E a ela, principalmente. Arrumou o coração e permitiu os prós de uma companhia, a despeito dos contras. É o preço do amor e ela resolveu pagar. Aceitou o sono compartilhado, aceitou as dificuldades e as delícias da companhia constante, aceitou dividir os planos, o cansaço e outras coisinhas. Amor quando acontece é assim: sem desculpas. Ela entendeu que alegria pode ser escolha e não sorte. E que quando a gente não encontra paz em alguém a gente se faz a paz de alguém. Ela descobriu que a gente pode ser o lugar de repouso que tanto procura. E ela anda toda feliz desde o dia que escolheu que assim seria! Ela aceitou, resolveu, decidiu: ia ser amada. E ponto final.

21 comentários:

IsnayraPacheco disse...

"Ela aceitou, resolveu, decidiu: ia ser amada. E ponto final."
Lindo liiindo *-*

Eldiinha, querida, descobri teu blog! Uma perfeiçãao em cada palavra.
Estou seguiindo.
beeijo :*

Desnuda disse...

Querida Maria,

Aceitar ser feliz! Muitas vezes sabotamos a nossa felicidade.


Beijos com carinho.

Juliana Biagi disse...

Não há coisa melhor que se render a um amor. Viu o filme Amor e Outras Drogas com Anne Hathaway e Jake Gyllenhall? Lembrou muito o seu post. Saudades daqui! :)

Julia disse...

Demorei a aceitar ser amada, mas quando permiti a mim mesma, fui e sou a pessoa mais feliz que sonhei ser um dia. E dividir as coisas que temos com quem amamos é uma delícia, convenhamos.

Leitura muito boa. Parabéns por permitir-se isso tudo.

Luana gabriela disse...

Boa sorte pra ela!

Eu tô recusando até isso, ser amada! Tem tipos de amor que eu não quero, o não recíproco e o baseado em sentimentos voláteis, não quero!

Bjos

Lua disse...

E tomar essa decisão é tao importante..eu bem que queria ter decidido pelo sim a um tempo atras..
E seja feliz, muito.

beijo ;)

Coisas nossas disse...

Quem sabe assim a vida não seria mais colorida, se não só "ela" aceitasse mas também se "ele" acolhesse! Liz

Anônimo disse...

Espero que sejas feliz. Você merece!

Leandro Fonseca disse...

O amor vem assim sem desculpas; é assim que acontece quando a gente decide se amar. E acho que esse é o melhor caminho a ser seguido.


Saudades mil dos teus textos!
Voltarei em breve, minha flor.

muita poesia pra ti,

:) disse...

"...Ela aceitou, resolveu, decidiu: ia ser amada. E ponto final..."
Ponto final? Não querida Maria, agora começam as reticências!!!!!

Feliz e doce o amor, feliz e doce aceitar que ele se aproxime da gente, sem medo do que possa acontecer...
Que todas as noites sejam aconchegantes e que todas as manhãs animadoras!!!!

Tudo de bom pra ti!
Bjim

Ludimillyc disse...

Quee lindo aqui! Seguindo!
Passa no meu e segue tambem! Beijoo =**
sentimentosatona.blogspot.com

Luu disse...

Ela fez uma coisa que ainda não tenho coragem de fazer.

Beijos :*

Anônimo disse...

Dinha, sei exatamente de quem tá falando (rsrsr) Bjão

Karla Pereira disse...

Ai MAria, que lindo!

Mais uma vez é como se falasse de mim, mas ainda não tive esta coragem toda...quem sabe um dia...

Mais uma vez gostaria de te convidar para fazer parte de meus seguidores, para mim será um prazer e honra...grande abraço.

Scarlett Benevides disse...

Aaaai, que lindo.

amei o blog. Seguindo já.
e pode ter certeza que volto sempre. :D

Beijoo
http://noscontosdefada.blogspot.com/

Auíri Au disse...

Que assim seja...

beijos

Alexandre Fernandes disse...

As vezes a única maneira de se molhar é encarando a chuva. Não podemos nos prender pelo medo, e pelo receio da dor que ainda nem mesmo veio.

Sofre pelo que não ocorreu, ou pode ocorrer dói mais quando o que de fato ocorre.

Arriscar é apenas uma maneira de aceitar o risco de talvez se ferir, mas também aceitar o risco de encontrar a felicidade.

Beijos !!!

ps: passei um tempo afastado de blogs, mas voltei hoje a postar. Quando tiver um tempo, passa lá para tomar um café comigo.

Rosinha disse...

Aqui é lindo Maria, tem poesia e luz, me senti em csa.
Volto sempre.

xero na alma.

breno disse...

Ela se fez deusa: amada e aclamada entre paredes e murmúrios. O amor é multifacetado, o sexo é enjaulado! Ela aproveita ao máximo. Ela é a rainha da dinha!

mahilda disse...

Ameeeeeeeeeeeeeei..vc me emociona com a sensibilidade de sentir o outro.É ímpar demais.Obrigada pelas belas palavras.Te amo muuuuuuuuuuito.

Anônimo disse...

http://luaninhha.blogspot.com/2011/05/live-us-alone.html#comments

ate os comentarios copiados, incrivel!