27 de junho de 2010

Doce

Brincadeira, choradeira,
Pra quem vive uma vida inteira
Mentirinha, falsidade,
Pra quem vive só pela metade

(Palavra Cantada)

Repito inúmeras vezes Quintana: ‘não me constranjo de sentir-me alegre, de amar a vida assim, por mais que ela nos minta’. Sei que nada está tão fácil e fica cada dia mais complicado acreditar. Por isso mesmo sinto que existe uma obrigação de gratidão, de viver bem. Não pense ser um romantismo tão tolo assim, é somente o que escolho ressaltar. É mais escolha que estado. Há sempre coisas ruins e coisas bonitas. Prefiro me prender ao que é belo e tão raro e tão simples. Aos que destilam amargura, nada a dizer. Esperança me atrai mais. Se piegas, peço licença, sempre fui. Conjugo o verbo sempreamar e tenho provas literalmente vivas de que gentileza existe e até doçura, por mais incrível que pareça. Tenho um pouco de dó dos que se julgam sábios por serem frios e espertos por serem falsos. Tenho preguiça de gente assim. E a vida é tão frágil... Não há tempo a perder com quem não sabe brincar de verdade. Toda a melancolia sempre presente acerta o passo na cadência da esperança. E se nada adiantar, eu procuro um espelho e abro um sorriso, assim ele volta para mim. O coração aberto e em paz continua repetindo o mantra: que seja doce, que seja doce, que seja doce...

44 comentários:

Luana Gabriela disse...

Maria, achei este texto tão lindo. É tão tudo que tenho sentido...comprei uma aliança, mandei gravar - Que seja doce.. um casamento com a esperança!


Amei o texto.


Bjos

Priscila Rôde disse...

Como não ser?

Moça, foi bom ler esse texto!


Um beijo.

Erica Maria disse...

Mas essa doçura me fascina.

Lindo texto Flor!

Gosto mto de ti,

Um Bjo!

Tucha disse...

A alegria, as belezas e doçuras da vida! Bom dia Maria!

Débora disse...

e será doce sempre...

=)

Andrey Brugger disse...

Será doce, porque você - mais do que ninguém - merece!

Um beijo gigante

Grã disse...

Escolhas, sempre elas!
Mesmo quando - como você disse - contradizem o estado: doce ou amargo? A vida sempre perguntando: "e ai, vai de que?"

Sorria, doce Maria!

Alexandre Fernandes disse...

Ô Maria, tu quer me matar do coração?

Esse texto é uma maravilha. A singeleza do sentimento chega a ser infinitamente intensa. Mas um intenso palpável. Uma coisa de proporções desconhecidos, mas que cabe na palma do coração.

Ser doce é assim. Viver na plenitude é preservar essa esperança por sentimentos bons, princípios amorosos que aquiscem o coração, e essa fé infinita no amor, na doçura, na ternura, na vida.

Prender-se à esse belo é o que mais encanta de torna florido o caminho da nossa vida.

Que seja assim Maria, doce. Sempre e sempre.

Amei o texto.

Beijos.

ps: é aniversário do meu blog. Passa lá pra comemorar junto. =)

Sus-pensa disse...

Se me der licença, irmã, farei do seu texto meu mantra.

Te amo!

Rah C. disse...

Maria que lindo o que escreveu *-* Vce disse tantas coisas que eu tbm penso, como sobre a esperança. Ela tbm me atrai (:
lindo <3
beijos

The Scientist disse...

que seja doce, maria.
que seja doce!
é muito bom estar aqui.
exatamente aqui.

Maíra disse...

Agora, diariamente assim. Deu uma leveza, sentir um ar puro.
Apaixonante isso aqui.

Parabéns. E continue doce.

mente inconstante disse...

Seguindo já... AMEI aqui! Seu layout é LINDO! Viciante. :)

Rah C. disse...

Obrigada por seu lindo comentário *-*
beijos

mila disse...

adorei seu blog, estou seguindo :3
beijos!

fernando disse...

"A vida é doce", como diz o Lobão, gostei do otimismo empregado na feitura do texto creio que seja o primeiro nesta linha, ao menos dentre os quais já li.
Pessoalmente acredito nos valores contidos no texto, mas é com uma mússica do The jam diz: "I believe in life/I believe inlove/But the world which i live is trying to prove me wrong"

Grã disse...

Doce menina da praia,

Andava com saudades???
Mas eu sempre sigo seus passos de tão perto!?! Acho mesmo é que vc esquece de me notar e, ao rever, sente isso que chama de saudade, mas não é saudade, é?

Beijo querida

ps: sabe q não é prá levar muuuito a serio o que escrevo, não é?

Juliana Mendes disse...

Alegria de viver...
hehe
as vezes é dificil ter, e quanta gente não tem!
:S
mAs é cada um por si, e pra nós, que seja doce.. enquanto for!
Deprimida!

Lua Nova disse...

Até mesmo um pé de nabo tem alguma coisa boa ;)
bjs Maria

Marguerita disse...

" Não há tempo a perder com quem não sabe brincar de verdade. "

Adorei o lance do espelho, vou exercitar isso!

;)

Bjo.

Jaquelyne Costa disse...

Que seja doce a tua presença neste mundo, Maria!
Que seja doce o teu amor, o teu viver!!

Saudades daqui!

Beijos

Roberta Fauth disse...

...E que seja doce
'sempreconviver'
com as palavras que vem de ti!
Um beijo
=D

Celso Andrade disse...

Belissimo texto, não tenho muito a dizer, só que me gez bem, estou ao avesso de ti quando escreveu.

abraço

celso

Diego disse...

Conheci o blog por acaso e gostei dos textos não tão por acaso.

Parabéns! Ficarei acompanhando.

Desnuda disse...

Querida Maria,

obrigada por este belíssimo texto. Minha alma está nele.

Carinhoso beijo, querida.

Marília disse...

Má,

Agora entendi as malas prontas. Estás com a vida mudando de lugar... Daqui mando a minha doçura. Porque é verdade, não há tempo a perder, e se nada adiantar saibas que daqui também terei um sorriso pra ti. Também sou movida pela esperança mesmo que isso seja piegas - então seremos piegas eu e tu, com todo o direito de ser.

Em cada palavra tua está contida a gentileza e doçura que descreves aqui sem que precises falar... eu te gosto muito, muito mesmo moça! e sem que se percebesse você ficou dentro e dividiu comigo o verbo sempreamar.

Você aqui e eu aí, onde quer que você esteja...

O meu beijo com carinho,

Qualquer Um disse...

Cara Maria,

Azul seu texto-manifesto. Contra o contra. Cabe bem hoje. Incambível tantas vezes.
Sem cabimento deveria ser a ortografia do não.
Um ab
Edu

breno disse...

É bom brincar de verdades, salada mista e de afagos sinceros.Isso, de afagos, ainda não sei bem, estou em processo de aprendizagem com a Meryeldy!!!Sugando sua singularidade e constante auto-afirmação contida.
Sou SEU!De mais ninga!!!

:) disse...

Você é impossível!
Impossivel de doce, de meiga e de escritora!

Bj

(add vc no msn mas nunca te vejo online)

disse...

Muito lindo. Nem sempre consigo ser assim como você, tão leve, tão doce. Mas é assim que todos deveriam ser, não acha?! Beijos.

R.L. disse...

Por favor, me ensina a voltar, a ser isso tudo de novo outra vez. Cansei da sabedoria. Não quero mais saber de lirismo que não é libertação!

disse...

Que texto lindo...e a esperança é a última que morre rs
Bjo

serena samy disse...

Ma-ra-vi-lho-so!!!!!
Adorei o verbo...

Então...
Que seja doce, que seja doce, que seja doce...

Fica bem... assim.

Abraços de quem ja estava com saudades!

aaluah disse...

Maria, tu escreves lindo!

M disse...

Profundo e doce. Certamente.

Grades de Algodão... disse...

Maria? Maria... Maria!!

Prazer tive em me perder neste blog.. cheio de encanto, de palavras mágicas e suaves, que, nos transportam prá beem longe..

abraços,

Marie Amorim disse...

Que seja doce...

Poetinha Feia disse...

Ah, quanta falta senti das suas doces palavras!!!
Era simplesmente tudo que precisava ler para que a minha esperança fosse devolvida.
Amei suas doces palavras de carinho, de amor e de esperança. E se sentir assim é ser piegas. Devo confessar que eu sou!!!

Ah, quanta pieguice há em ser feliz???
Sou extremamente piegas e feliz,

Bjinhos

Hosana Lemos disse...

"prefiro me prender ao que é belo e tão raro e tão simples. "

preferimos!
;)

Maíra disse...

Por onde andas Maria??

Lyani disse...

Junho? Cadê você?
Sei que não sou a pessoa certa pra cobrar presença, já que eu também sumi. Mas nunca esqueço!
Volte, pois suas palavras fazem falta!
Bjos,
Ly

Leni disse...

Hoje me peguei pensando assim. Devo agradescer por tudo aue tenho. Por caa instante feliz de minah vida. E é no simples da vida que encontramos a maior felicidade.
AMO VIVER e amo quem vive nela :D
beijos, lindo blog

Clara disse...

Lindo texto. Que seja doce o teu viver menina!!
beijo grande

breno disse...

....temos que acordar todos os dias e nos abraçarmos, sentir nossa energia que vem de dentro e só a colocarmos pra fora, para os que merecem....