1 de janeiro de 2010

Começo

"Quem foi que assim nos fascinou para que tivéssemos um ar de despedida em tudo que fazemos?"


(Rainer Rilke)


Estava inebriada. Cambaleavam todas as loucuras sonhadas. Estava em sonhos. Eram possíveis. Fazia de seu presente, lembrança. Fazia das lembranças, presentes. Seguia entre sonho e realidade. Brincava, obedecendo ao poeta. ‘Um dia serei feliz? Sim, mas não há de ser já: A Eternidade está longe, Brinca de tempo-será.’ Brincava com a astúcia de quem conhece a dor, de quem sabe que tudo que a gente quer passa. Que esperar é quase sinônimo de superação. E que amor e liberdade são sinônimos, fora do dicionário. Que o único alívio é um carinho. Que existem tragédias, romances, drama, comédia, mas nada disso de forma independente. Que somos tantas faces, que somos tão possíveis. Que não há ninguém que nos impeça e nos permita mais do que nós mesmos. Que qualquer coisa só nos magoa uma vez de surpresa, o resto é escolha. Que qualquer silêncio é melhor que uma palavra doída. E que nenhuma palavra é melhor que um abraço bonito. Que quem fala de amor carrega mais esperança que certezas. E que utopia é acreditar que amor é ilusão e mesmo assim se pode ser feliz. Que as únicas coisas de que se necessita são indissociáveis do corpo. E nenhuma pessoa, nenhum lugar ou nenhuma situação pode ser escape para um coração em desespero. Sabia que todo dia a esperança se renovava, mas ver nos olhos, no clima e nas roupas de todos que a esperança transbordava neste dia exato, pintava a alma de branco e trazia a sensação de que agora sim, agora a gente podia começar outra vez.

39 comentários:

Branca disse...

...saber que há sempre a chance de um recomeço é reconfortante...


Maria,
Um 2010 repleto de realizações, tto pessoais qto profissionais é o que desejo a vc!

Bjo e bom fds!

Roberta Fauth disse...

Sinto a mesma energia! Sim, agora podemos começar de novo!
Ótimo ano, Maria!
Beijos
=D

Marguerita disse...

Com certeza, agora sim!
Será!

Feliz 2010!

Beijo

Priscila Rôde disse...

Ai, agora dá. Vamos lá, começar denovo e sempre!
Beijos enorme

- Adoro muito seus textos.

Diii disse...

Ahh...Lindoooo. como , sempre, e tudo que a srta escreve!

Ótimo ano!

Beijo grande!

Beatrix disse...

"Que não há ninguém que nos impeça e nos permita mais do que nós mesmos"


Começar dnovo.É o que eu preciso.Fazer a limpeza ,e decidir o que fica,pq serve como impulso,lição,bagagem,e o que vai...me deixando leve pra seguir..

;**

Erica Ferro disse...

Sempre, sempre dá para (re)começar.

Lindo texto, muito sábio.

Um beijo!

Leandro Fonseca disse...

"Que qualquer silêncio é melhor que uma palavra doída"...
Meu Deus, como amo o que tu escreve, Maria! Às vezes tenho medo do silênco, talvez porque aconteça um carnaval dentro do meu peito. Mas uma palavra doida pode, muita vez, trazer silêncio pra dentro da gente.
Meu beijo, minha querida. Suas palavras mudam coisas.

Andréa Cavalieri disse...

Maria de todos nós,

Tu que enche nossos dias de alegrias
com palavras saídas de lugares inimagináveis.
Te desejo um abraço bem bonito e a melhor palavra que se pode ouvir:
VIDA NOVA!

Beijos, querida...

Hosana Lemos disse...

"Que quem fala de amor carrega mais esperança que certezas."
e posso dizer que esse é o mártire, aquela esperança sobre-humana, irreal, utópica!

Me envolvo demais com teus textos...
belíssimo, parabéns mesmo!

beijos

Clarissa Santos. disse...

Recomecemos, então. Livres de amarras que nos colocamos. Um ótimo ano novo pra ti, que já o começou com belas palavras.


"É tudo novo de novo.
Vamos nos jogar onde já caímos."
Paulinho Moska

Egon Henrique disse...

Olá Maria, obrigado pelo comentário lá no blog... Acho que a intenção era realmente o não entendimento das outras partes.

Gostei do texto. Tenha um lindo COMEÇO, bom ano pra ti!

Beijos!

Letícia disse...

Adorei aqui *--*
Certo que voltarei, estou seguindo.
Beijo

Lua disse...

E ter a chance de começar outra vez é maravilhoso..

Um ano muito ilumiando pra ti querida,
beijao!

Mayana Carvalho disse...

"E nenhuma pessoa, nenhum lugar ou nenhuma situação pode ser escape para um coração em desespero"

verdade.
Beijos

Mary* disse...

Um Novo Ano sempre nos trás essa sensação de renovação, não é mesmo?
Não podemos nos esquecer que podemos recomeçar sempre que acharmos necessário; a cada instante!

Um grande beijo, querida ;*

Um 2010 de muita luz!

Marcelo disse...

Rilke é uma ótima referência..

beijos

Lêda Maria disse...

Por aqui,td sempre lindo.

Feliz ano Maria :)

Mary disse...

E de novo, e de novo, e de novo.
A vida é um eterno começo.

Beijos.

Clara disse...

Fazia de seu presente, lembrança. Fazia das lembranças, presentes. Seguia entre sonho e realidade.

especialmente essa frase, é que nos leva a viver buscando, e recoemçando isso é que é a essencia de viver...
beijo grande Maria e um 2010 cheio de realizações e saude!!

André Gonçalves disse...

olá, sumida.

disse...

"...Que esperar é quase sinônimo de superação. E que amor e liberdade são sinônimos, fora do dicionário...que não há ninguém que nos impeça e nos permita mais do que nós mesmos...que qualquer coisa só nos magoa uma vez de surpresa, o resto é escolha..."

APLAUSOS
COMO SEMPRE
Maria, que 2010 você continue brilhar com suas palavras iluminadas!

Obrigada
Bjim

Fabricio Carlos disse...

só vim te agradecer!
você ainda continua visitar meu espaço... sempre fico feliz eu ver seus comentários chegarem...

agora que estou de volta, vejo que perdi muita coisa por aqui... vamos ver se consigo da uma lidinnha na maioria...

bjs...

Auíri Au disse...

Despedida só das coisas velhas...
Se for pra ser feliz comece, recomece, quantas vezes for preciso!!!
Adorooooo
Feliz 2010!!
Beijos

Poetinha Feia disse...

Olá!

Começar o ano assim é muito bom! Sei que os outros dias serão tão inebriados de lirismo quanto essas suas palavras.
O que mais me tocou foi esse verso: "Que somos tantas faces, que somos tão possíveis."
Me fez lembrar Lispector!!!

Felicidades!!!

Bejinhos

Fabricio Carlos disse...

Assim vale a pena começar o Ano!

'brigado

Bjs...

Filipe Garcia disse...

Ah, Maria, que palavras bem escolhidas. Você tem o dom de fazer as letras tomarem sentido dentro de nós. É bonito. Lembrei que Rubem Alves já citou essa frase de Rilke, num livro dele. Não consegui ler seu texto sem tirar da minha mente o Rubem. Me fez bem.

Um beijo.

Iasminne Fortes disse...

Texto lindo, Maria! Vc usou as palavras de forma doce, gostei muito.
E sim, sempre podemos começar de novo, tentar de novo e viver, viver, viver...

=*

fernando disse...

Só conheçõ Rilke, por meio de algumas traduções de Bandeira, poeta que estudo.
Percebo no texto uma certa angústia existencialista, mas também parece haver um alento, semelhante ao pregado pela cultura hindú, por meio da deusa Shiva, aquela que destrói, para reconstruir depois.

Lyani disse...

Saudades de te ler!
Com calma, e tempo... sinto tanto por ter sumido dessa forma!
Pra compensar, tem selinho pra vc no meu blog :)
Bjos,
Ly

Fernanda. disse...

E como é bom ter a certeza de que, mesmo achando que é fim, sempre podemos começar de novo!!!

siga em frente.


senti falta de vir aqui.
beijão e ótima semana

Marília disse...

Ai Maria que começo lindo!!!! me senti descrita em cada palavra. Onde uma coisa começa num canto e termina noutro. Onde começa um sentimento e termina em outro. E como há beleza nisso, afinal, isso é viver!!! é verdade que todo o dia a esperança se renova e esta carregado aí o tempo de cada pessoa, mas quando isso acontece para todos num compartilhar... é de chamar a atenção e se inebriar com a sensação. Se conseguíssemos nos mobilizar assim para outros tantos começos seria maravilhoso. Faço o meu começo aqui com a promessa de ainda ter muito começos nesse espaço que eu gosto tanto. Espaço este que eu me entrego, me emociono...
Um ano lindo para ti Maria!
O meu carinho,
Má.

Luh* disse...

tudo se renova, a esperança nasce sempre, a cada dia!
beijos

Mayana Carvalho disse...

O que você escreveu é toda verdade.
"Que esperar é quase sinônimo de superação."
beijos

Sandra Leite disse...

Maria,

PQP! Não, não é assim que começo meus comentários, tento outros caminhos. Mas você não me deu escolha, só o improvável caminho.

Seu texto abraça, envolve. Seu texto responde a outra-amarga que ocupa minha vida que vai ser possível caminhar. Há luzes, passei a ver.

"Que qualquer silêncio é melhor que uma palavra doída. E que nenhuma palavra é melhor que um abraço bonito. Que quem fala de amor carrega mais esperança que certezas."

eu quero voltar a ter esperança.

beijos e um lindo e inexplicável 2010

Diii disse...

Lindo... vc é a menina que tem o dom das palavras na alma.

Anônimo disse...

Concordo Diii...

Maria, o que vem depois do começo?
Ancioso por te ler.

Saudade Maria...

Ooooww....

Diii disse...

Sempre serás muito bem vinda no meu canto meio torto e desajeitado - assim como minhas asas.

Beijos, beijos!

Desnuda disse...

Precisava ler este texto, Maria. Obrigada. Foi um abraço bonito que retribuo com imensa ternura.