22 de outubro de 2009

Passou

Foi tal qual um pequeno susto. Um tropeço e aquele momento: não se sabe o meio – se deve chorar, gritar, fazer manha ou drama. O momento se interrompe pelo abraço, que na verdade era o fim desejado por todos os meios. A tal obscena compulsão por ser amado... Pois bem, então alguém se lembra de dizer: ‘pronto, vai passar. Passou, passou’. E passa! Não sem dor, não sem durar o tempo que deveria. Mas por não duvidar que vai passar e pela pequena paciência da espera, passa. E logo. Pode ser que incomode um pouquinho quando molhar, no começo – uma forma de lembrar o que aconteceu - então vai passar. Fica uma pequena cicatriz talvez, não sem propósitos. É por ela que não se esquece. A dor passa, o momento passa e o choro também. Mas a cicatriz fica. Ainda bem. Assim, ainda dá pra brincar, para pular, para se entregar e confiar, mas não com a tolice de pensar que nada de mal pode acontecer. Pode, pode sim. E efêmera verdade: vai passar. Sempre vai, vai sim.

40 comentários:

Sus-pensa disse...

Tomara que passe.

Aí e aqui.

Beijo, olhomeu!

Roberta Fauth disse...

Todos os dias, quando vou dormir... eu penso: -1 dia agora! Tenho motivos pra gostar do tempo que passa... o tempo é o curador da Vida!

Grã disse...

Lindíssimo seu texto!

Sempre vale a pena espera-la, quando vc chega... é muito bom!

Onde eu estava? Te esperando, claro!
No último comentário eu havia colocado "despretensiosamente" ;) meu email (grandegod@gmail.com), além disso diariamente passo por aqui.

1000 bjs

Joyce Carolini. disse...

Oi Maria.
Bonito texto! Achei teu blog tão lindo e suave.

Beijos pra ti!



P.S.:Seguindo o blog.

disse...

Na vida todos somos passageiros (menos o motorista e o cobrador) e passamos, sim.... a dor? quem sabe? cicatrizes? às vezes...mas, passa, e isso basta.

Adorei seu blog...tô te seguindo...

Ah, adorooo Florbela Espanca...

Bjosss :**

Marcelo Mayer disse...

cante "vá passar" de chico buarque!!!! bem alto!!!

Roberta Blá disse...

Cicatrizes são como lembranças pulsantes. Daquelas que sobrevivem ao tempo e a saudade desesperadora do início, sempre tão dolorido. Adorei, muito.
beeeijos flor

Erica Ferro disse...

É, sempre passa. ^^

Beijo.

P.s: Você conhece a praia de Pajuçara? ^^ Legal.

Maryama* disse...

O tempo sempre faz com que passe, não é? Por mais que demore, ele inciste em passar e levar tudo junto com ele.

Adorei :)

Um beijo, flor ;*

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

A dor sempre chega junto quando estamos dispostas a alimentá-la. O negócio é procurar sair do poço e correr em buscar de uma felicidade.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Desnuda disse...

Maria,


"...Assim, ainda dá pra brincar, para pular, para se entregar e confiar, mas não com a tolice de pensar que nada de mal pode acontecer. Pode, pode sim. E efêmera verdade: vai passar. Sempre vai, vai sim."

Corretíssimo.


O tempo passa e o acompanhamos com as nossas cicatrizes. Ele nos leva e nós levamos ou não estas cicatrizes. O nosso tempo espera o que o tempo espera de nós. Também acho que não devemos ser tolos e pensarmos que nada de mal possa acontecer. Nem tolos para acharmos que nada de bom possa acontecer.


Meu carinho e um beijo carinhoso.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Maria,

O que dizer, hein? Só sendo uma menina muito cheia de leveza pra sentir dois apaixonados. É muito bom saber que se sente em casa na nossa casa. Falar de um amor é só para aqueles que sabem sentir com a mesma intensidade.

Você já é uma querida, menina linda.


Outro beijo, bem grandão.

Rebeca

-

Fernanda. disse...

Como diz Camelo: "TUDO PASSA"

... e mesmo com as cicatrizes sempre expostas para me mostrar que dores existem, não perco a vontade de ir me arriscar de novo em outra paixão por aí. Pois mamãe sempre me disse: 'Só se aprende errado. Vá lá e faça certo, agora'

Beijão

Erica Maria disse...

Nada melhor q o tempo, eu sou prova disso.

Bjos em teu coração linda♥

j.qualquercoisa disse...

C'est très simples:
http://semraizessemmorangos.blogspot.com/2009/03/teoria-do-efemero-passou-passou-passsou.html

rsrsrsrs
bjs

j.qualquercoisa disse...

que coisa! já tirei o primeiro comentário, porque tava igual ao segundo, agora o segundo tá igual ao terceiro, que não vai estar igual ao quarto.
besteira, besteira.
kkkkkkkk

saudades suas
sempre

Um mundo novo aos corações corajosos! disse...

A única coisa que não vai passar é essa compulsão para ser amado. Tomara que nunca passe!!!
Obrigado pela visita!

Vagner Lopez disse...

Belíssimo texto. Nessa vida tudo passa, e as cicatrizes servem como uma experência pra acabar coma ingenuidade.

Adoreia visita. Volte mais vezes.

Um beijo e ótimo final de semana.

Simone Teixeira disse...

Vai sim, vai passar...
Essa é a fé que nos faz não esmorecer! Jamais!

um beijo,
Simone

Lorita disse...

E se não passar?


Bjooos, guria!

Tatiane Trajano disse...

Ainda bem que passa - sempre.

- Lara Alves disse...

* adorei o blog / tô seguiindo
Se puder passa lá no meu (?) ~ Folha de Pimenta .
Bjoo =*

diii disse...

Ahh, saudades daqui.

Tudo lindo, como sempre.

Beijo grande!

Mahria disse...

É angustiante o medo de pensar que não passará. Mais passa. Graças a Deus que passa. A cicatriz fica e isso é bom para nos estar a lembrar do que um dia sofremos, para não voltarmos a repetir o que nos fez sofrer.


PS.
Maria obrigado por sua visita e comentário outro dia la no Entrentas...Eu, tbm sou Mahria e me identifiquei muito aqui. Se permite fazer parte da trupe.

Bjs
Mah

Simone Teixeira disse...

Maria, voltei pra agradecer a visita e o carinho. Fiquei muito feliz!

Volte SEMPRE!!!

bjs,
Simone

Simone Teixeira disse...

Ainda em tempo... Já havia deixado um comentário aqui pra você, no post 'Reticências'. Pedi licença para publicar seu texto (lindíssimo!) no meu outro blog, com os devidos créditos e link, claro.

E lá está: http://simoneteixeira.wordpress.com/2009/10/09/uma-feliz-descoberta/

:-)

paulo disse...

.... e a gente cresce.


beijo

Luna disse...

o bom é que tudo sempre passa.


cest la vie.

Paloma Brezolin disse...

"A dor passa, o momento passa e o choro também. Mas a cicatriz fica."

tudo passa realmente , a vida nos leva . mais sempre resta algo , sempre tem algo pra se lembrar ..
cicatrizes .

Poucas e cheias palavras .. gostei , vou seguir :*

disse...

Passa, não sei quando e nem como mas passa, se não acreditarmos que vai passar fica mais difícil de esperar por isto.
Faz 4 anos que espero passar, e todo ano acredito piamente que passou, até chegar algum dia como ontem, que caio em prantos percebendo que não passou, mas hoje, para mim o ontem passou e passou tão rápido que nem percebi que não tinha passado!
Menina, já pensou em fazer um livro?
Estava pensando nisto: eu, vc e Simone...

fernando disse...

Talvez as coisas não passem, mas nós passemos por elas, tal qual o tempo que nos atravessa, nos dando a sensação de mobilidade, quando é ele que se movimenta através de nós.
Já está ficando redundante da minha parte, mas de fato este é mais um belo texto literário.

Marília disse...

A vida às vezes nos prega peças que nos causam sustos.Num tropeço perdemos o meio sabendo do desejo real, e ainda que haja o tropeço e a queda, (ainda bem que há), possibilita a vivência de tudo em sua intensidade. A cicatriz vai ficar, e como vc diz aqui, ainda bem! abrindo horizonte para novos caminhos, outras palavras, outra vida, na mesma vida! outras cicatrizes virão, mas como tudo passa pode vir seguida de alegrias e tristezas, o que nos resta é continuar vivendo!!! Beijo com carinho.

Mayana Carvalho disse...

Bem verdade essa. Passa e as cicatrizes sao parte fundamental no adiquirir novas experiencias.

Beijos

Lua disse...

Se ficou cicatriz é porque marcou. E quanto a passar, é deve passar.

Boa semana e beijos!

Clara disse...

Olá passando pra conhecer seu blog, gostei muito do jeito que escreve. é um lugar muito aconchegante.
posso te dizer o que todos já disseram que vai passar, mas tenho algumas cicatrizes profundas e posso te afirmar que passa, mas pelo menos em mim vez por outra as cicatrizes sangram.
beijo grande !!

Bê Matos disse...

Me lembrou o Caio Fernando. :)

"Menos pela cicatriz deixada, uma ferida antiga mede-se mais exatamente pela dor que provocou, e para sempre perdeu-se no momento em que cessou de doer, embora lateje louca nos dias de chuva."

Já peguei seu abraço, rs
Deixo um beijo, pra ti. :*

disse...

Tem um selinho pra você lá no Cai Fora Deodora, passe lá!
Bj

Qualquer Um disse...

Cara Maria,


Passa sim. Mas, passa por cima da gente.
Atropelados ficamos, mesmo depois que passa:-)
um ab
Edu

Anônimo disse...

Ola, what's up amigos? :)
Hope to get any help from you if I will have some quesitons.
Thanks in advance and good luck! :)

Celeste Garcia disse...

Apenas assim: adorei tua paLavra.