7 de maio de 2009

Hoje não

Ela estava decidida.

- Mas afinal de contas quem manda aqui? Já foi você! Não é mais! Quem disse? Eu! Tenho autoridade sim, quem disse que não?! Você? E quem é você? Já mandou, não manda mais. Não tenho medo, não vou calar e não vou sair daqui quando é você que está de intruso. Sai da minha vida e não volta mais. A vida é minha, a dor é minha, e as alegrias também serão. Não quero mais e não é medo, nem orgulho. É escolha. O que eu entendo de escolha? Simples, minha escolha sou eu. Não estou com ódio não. Eu quero é ficar livre de você e de mim quando estou com você - medrosa, insegura, boba - diria detestável se não fosse eu mesma.

Telefone toca e ela que nem estava pronta corre porque ele não acha mais encantador dois minutos de atraso.

- Deixa para dizer o que eu estava ensaiando amanhã. Hoje ele não ia gostar. Não seria bom estragar a noite.

Ela estava decidida. Mas hoje não.

(...)

13 comentários:

meus instantes e momentos disse...

muito bom o texto, bem feito inteligente, sutil e ao mesmo tempo forte.
Gostei daqui.
Maurizio

Erica Maria disse...

Lindo!

E olha...já passei por isso!

Bjos em teu coração linda!

Luciana Andrade disse...

Já ensaiei tantas vezes!!!
Um otimo fim de semana, flor!

Afobório. disse...

acho que todos nós precisamos de um prado só nosso, um lugar onde nada nem ninguém vem antes que a gente.

adoro seus texto.


sorte e luz.

Susanna disse...

Ahá! Eu faço isso com certa... regularidade! rs

olhodebeijonoolho

Princesa disse...

Parece que é uma prática comum...muito giro!!!

Um beijo decidido

Désir La Vie disse...

Mais um dia sem ele!

Beijos

Qualquer Um disse...

Cara Maria,

Adorei o post. Adoro o som da palavra "procrastinar". Adiar tudo. Adiar a dor. Adiar a morte.
Nunca adiar a vida.
Viver a verdade até às custas da dor? Hoje, nao. Amanha a gente pensa nisto:-)
Um ab
Edu

Liginha Gabriela disse...

Perfeitoo Maria...
Certas coisas agente tem que deixar sim pra amanhã...
vamos viver, aproveitar o agora, o amanhã a Deus pertence!

bjoos querida

;****~

Sabrina Davanzo disse...

É um nó que não desata né? sei bem como é.. rs

beijos, Maria!

Desnuda disse...

Querida Maria, mais um sensível e belo texto!


Um domingo abençõado! Beijos, querida



. . . .♥♥♥.♥. .♥♥♥. . .♥♥
. . . . . ♥♥♥♥. . . ♥♥♥ . . .♥♥♥
. . . . .♥♥♥♥♥ . . ♥♥♥♥.♥♥ .♥♥
. . . . ♥♥♥♥. . . . ♥♥♥♥. . . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥. . . . .♥♥. . . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥♥. . . . ♥♥. . ♥♥
. . . ♥♥♥♥♥♥♥♥♥ . . ♥♥. . ♥♥
. . . . ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ♥.♥♥
♥♥. . . . .♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥.♥♥
♥♥♥♥♥ . . . . . ♥♥
♥♥♥♥♥♥♥. . . .♥♥
♥♥♥♥♥♥♥ . . ♥♥
.♥♥♥♥♥♥♥ . ♥♥
. .♥♥♥♥♥♥. ♥♥
. . .♥♥♥♥♥♥♥
. . . . . . .♥♥
. . . . . . ♥♥
. . . . . .♥♥
. . . . .♥♥
. . . . . ♥♥
. . . . . ♥♥´´´´´´´´´´´

fernando disse...

É uma situação comum dentro do cotidiano humano, eis o limite entre o real e o ideal.

Bruninha disse...

seus textos são uma delicia!!
obrigada pela visita, mesmo que não tenha sido em um dos meus textos. rs

voltarei para saborear mais de suas postagens.

beijos