8 de março de 2009

Presságio

Minha agenda, dia 08 de março de 2008

Hoje aconteceram os fatos mais surpreendentes.
Foi um dia de dor indescritível.
Foi tudo que não acreditei que poderia acontecer.
Minha vida foi dividida hoje.

Naquele dia era um presságio. Hoje escutava alguém falar e... Epifania! A mente voltou e procurou, procurou. Encontrei! Corri e confirmei. Um ano me separa do que era um sentido para o que provou ser uma verdade. Naquele dia a escolha foi culpa minha. Solidão absoluta que me fez escolher livremente. Talvez nem seja solidão a palavra, mas uma ruptura com o passado. Ponto final. Não tinha mais ‘e se’ com história alguma. Eu tinha todos os pontos finais e foi assustador a princípio. Agarrar-me a que, a quem? Olhei ao redor e não havia nada nem ninguém além de mim. Abracei-me compassiva e, pela primeira vez, senti-me. E então escolhi, sem pesar, e nem pedir desculpas (o maior de todos os alívios!). Libertei-me de uma época, do antes e do depois de minha vida. E embora para quem esteja perto possa nem estar aparente, (o que é facilmente explicado: todos os que estão perto advieram neste último ano) minha vida foi dividida. Vejo enorme beleza nisso tudo hoje. Aliás, vejo uma singularidade incrível. O passado hoje é uma recordação que não dói e não me pede mais nada. Não sai de mim, mas não me prende a ele. Consciência tranqüila, coração aberto. Hoje me sigo e não me persigo. Meus limites se mostraram minhas possibilidades. Jamais seria possível relatar o que aconteceu neste período de um ano, mas foi o tempo que eu pedi. E minha determinação mostrou-se mais uma vez maior que as desculpas. Então, um ano se passou, hoje a grande epifania piscou para mim e me trouxe um sorriso. Se é verdade que as coisas muito boas precedem coisas muito ruins, a recíproca deve ser verdadeira. Se tudo, fora de mim, está em desordem, o mundo de cabeça para baixo, as emoções todas libertinas, então eu abro meus braços e meu coração para o que está por vir. Algo muito bom deve estar para acontecer.

12 comentários:

€ster disse...

Oi menina Maria!

Que bons presságios vc está tendo, isso é muito bom!

A vida sempre nos reserva surpresas agradáveis, espero que vc tenha muitas delas pela frente,

a começar por esta semana que se enuncia com a nossa blogagem coletiva,


te vejo lá, bela!!

Amora disse...

sensação livre essa de qdo o passado não pede mais nada.

boa sorte! =)

www.desfruto.blogspot.com

Sedokao Morutaru disse...

Nossa Maria, quanto tempo não venho por aqui.

Seus post estão melhores do que nunca.

parabéns.

Luana Gabriela disse...

Que te inspire lindas palavras também quando chegar ..

Bjos

=D

Philip Rangel disse...

Muito bom mesmo, tem q rir e muito sem medo de errar...


bjos

guilhermina, (ataulfo) e convidados disse...

Que assim seja! Sem pressa nem letargia. Que te chegue inteiro, mesmo que por partes e te encontre pronta para o melhor destino.
Beijo carinhoso,
Guilhermina

Scotch Miller disse...

"Se é verdade que as coisas muito boas precedem coisas muito ruins" e se a recíproca for mesmo verdadeira, os períodos de calmaria precedem o quê?

Vida nova no velho mundo disse...

nao tenha duvidas, as coisas boas jah chegaram, pode acreditar, vc acaba de abrir as portas e as janelas para tudo isto!
lindo texto!
boa semana!

The Scientist disse...

ah! como é bom ter esperança...
gosto de senti-la...
melhor é compartilhar.
abraços

fernando disse...

Como escreveu o poeta "Tudo vale a pena/ Se a alma não é pequena..."

Desnuda disse...

Que sejam bons, sempre! Maria!


Um beijo

jean disse...

Por favor, me diga quem é vc!...
Que lindo!
Me escreva e me conte o q tem vivido e amado!...