27 de março de 2009

Juramento

Um missionário que viveu muitos anos entre os zulus, assim traduziu o juramento que, tradicionalmente, todo noivo daquela tribo africana profere no dia do seu casamento: “Que o sangue escape de todas as veias do meu corpo, que um raio me parta em dois, que os crocodilos me devorem, que eu seja condenado a transportar água numa peneira através das chamas do inferno, que eu nasça novamente, surdo, cego, mendigo e coberto de chagas, se um dia enganar minha esposa”.

11 comentários:

Sabrina Davanzo disse...

é uma jura de amor intensa e pesada.. mas não deixa de ser bonita!

Um beijo, querida!

Susanna disse...

Senti que faltaram dados estatísticos ao final do texto. Algo tipo L.F. Veríssimo, ou Arnaldo Jabor...rs

Nada de radicalismos, eu diria. Amor com doses cavalares de Tolerância e pronto, faz-se um bolo! rs

Meu beijo, Maria!!

Erica Maria disse...

Meu Deus, que lindo isso!

E mt serio e sagrado tb!

Bjo!

Anônimo disse...

Cara Maria se fosse sério isso mesmo nao teria muito homem vivo por ai nao viu!Ser traida fisica e emocionalmente é uma dor imensa ,dizem que se recupera...Nao sei nao...bjs

Sidney Andrade disse...

Estou tão descrente desse assunto que achei até cõmico.
Perdão, Maria, pelo comentário chato. É que a tal da "dor de cotovelo" afeta também as ponstas dos meus dedos.

Esperando passar.
beijo.

Philip Rangel disse...

jurar ou nao jurar...eis a questao??

Jânio Dias disse...

O mais belo do juramento está na coragem de fazê-lo.

Abraço!

TECHWARE BRASIL disse...

Querida Maria,

É certo que nada disso irá acontecer efetivamente. Mas há poesia, e nela, a consciência plena de proteger a amada e futura esposa da crueldade de faze-la infeliz.

Beijos

Roberto Ramos

Roberta Fauth disse...

É lindo, sério, intenso... se não for dito apenas pra cumprir uma tradição, uma obrigação - seria um ato mecânico então...
E do lado de cá do oceano, tá faltando um pouco de comprometimento entre os enamorados... coragem e certeza pra tentar mostrar pro outro que com ele, ela estará protegida, completa, feliz!
Beijocas!

Fatima Cristina (www.fccdp.com) disse...

Lindo!

Não se esqueça hoje da hora do planeta...

Eu vou dar o meu voto. E você?

Abraços,
Fatima

fernando disse...

Olha, a jura é muito bonita, só é necessário fazer um estudo antropológico para saber qual é o índice de adultérios entre os zulus, aí sim poderemos saber se as palavras são sinceras ou com sua beleza tendem apena enganar a amada.