9 de março de 2009

Blogagem Coletiva - Inclusão Social

Foi-me pedido um texto sobre inclusão social. Pesquisei muito para escolher. Pensei em escrever sobre as experiências que vivenciei ou sobre o que já estudei. Depois pensei que seria bom colocar um dos inúmeros artigos que li, coisas escritas por quem estuda profundamente e escreve em uma linguagem especialmente culta sobre o tema. Mas eis que me deparo com palavras de quem sabe melhor do que qualquer um o que é exclusão e a necessidade de ser aceito e incluído na sociedade. Acredito que da teoria já conhecemos muito. Resta-nos entender que não estamos falando de muitas pessoas, mas de cada uma delas. Inclusão social não é simplesmente uma atitude politicamente correta, é um ato de amor. Compartilho:

ILUSÕES DO AMANHÃ

Por que eu vivo procurando um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?
Procuro em todas, mas todas não são você.
Eu quero apenas viver, se não for para mim, que seja pra você.
Mas às vezes você parece me ignorar,
Sem nem ao menos me olhar,
Me machucando pra valer.
Atrás dos meus sonhos eu vou correr.
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.
Se a vida dá presente pra cada um, o meu, cadê?
Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.
Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.
Talvez eu seja um tolo, que acredita num sonho.
Na procura de te esquecer, eu fiz brotar a flor.
Para carregar junto ao peito,
E crer que esse mundo ainda tem jeito.
E como príncipe sonhador...
Sou um tolo que acredita, ainda, no amor.

PRÍNCIPE POETA (Alexandre Lemos - APAE) aluno da APAE, chamado, pela sociedade, de excepcional. Ele tem 28 anos, com idade mental de 15.Se uma pessoa assim acredita tanto, porque as que se dizem normais não acreditam? É por isso que são chamados de Especiais, só uma pessoa especial pode escrever desta forma.

Créditos: vezdavoz.com.br

20 comentários:

€ster disse...

Bravo! Bravo! Maria...

Esse poema encheu-me os olhos de lágrimas (desculpe, estou sensibilizada com tanta coisa maravilhosa que estou vendo nessa coletiva),

que coisa mais linda e sensível!
Isso me faz refletir muito, o que estamos fazendo para melhorar a qualidade da educação especial,

Que não nos falte forças para lutarmos pela dignidade e o direito de pessoas como esse poeta para serem tudo o que devam ser na sua totalidade!

Acredito que essa coletiva é uma passo grande rumo a uma revolução de retorno aos valores perdidos, sua voz unida a minha e de todos os que estão envolvidos nessa luta tem muito poder!

Beijos querida, e obrigada de coração por participar tão lindamente com este poema!


abs,

Cristiane Marino disse...

Nossa! arrepiei, lindo demais, fiquei com os olhos marejados!

Obrigada por dividir esse poema tão lindo!
Espero também que esse nosso mundo melhore, que nós possamos cada dia mais refletir e agir a fim de minimizar as diferenças!

Faça-me uma visita, também participo da blogagem.

Beijos

Mari Amorim disse...

Olá,
adorei seu texto,
estou participando da blogagem coletiva,
ficarei feliz com sua visita
beijos no coração
Mari

Fatima Cristina (www.fccdp.com) disse...

Oi Maria,
Sim, o Amor é a grande resposta. Muito boa a sua abordagem nesta blogagem coletiva sobre IS. Espero viver o dia em que o acesso as oportunidades da vida chegue a TODAS as pessoas, com igualdade de direitos e benefícios.
Abraços, Fatima

Gabriel disse...

Muito bom Maria!
Adorei sua postagem na BC.

prazer enorme estar aqui,
um beijo

Andréa disse...

Sou tão tola quanto o Alexandre pois tb acredito no amor ! Belo texto ! Estou lendo coisas incríveis da blogagem. Obrigada !
Se der, dê um pulo no blog da Cleyde que tb participa da blogagem.

Philip Rangel disse...

Muitas vezes pergunto como que simples atos de verdade como foi desempenhado pela Ester, nos faz entrar nesse mundo magico de verdade; esse mundo que ao mesmo tempo falamos de algo serio, encontramos novos amigos, novos conteudos. Isso se chama mudança, isso é incluir na sociedade, mostrando o que somos capaz. E hoje ao ler seu conteudo deparo com varias suspresas como essa, que faz eu parabenizar a vc.. pelo excelente trabalho...

Continuemos....abraços

Paulo disse...

Querida Maria,

Emocionantes as palavras do Alexandre, como ele e você
acredito no amor e creio que o mundo tem jeito.
Amor e educação são a solução, cidadãos com o
caráter formado com essa base teriam a sensibilidade
de não excluir outros cidadãos.

Tocante sua postagem!

Por tudo isso gosto de vir aqui!

Abraços.

Mayana Carvalho.♥ disse...

É com certeza um ato de amor..
E esse texto fez isso despertar com mais força dentro de mim, lindo!

Tambem tô na Blogagem ;D
Beijos, amei♥

guilhermina, (ataulfo) e convidados disse...

Maria,

Vc me surpreende!
Consegue dispensar as teorias e retóricas e faz, sem pudores, uma conexão direta com a emoção.
Nesse post tudo é "especial". A começar pela percepção do "cada um", e não de uma massa amorfa, sem rosto e sem personalidade...
Isso é encantamento, é delicadeza na melhor metáfora de ser uma Maria.
Toda a minha admiração,
Bj
Guilhermina

Maria Fernanda disse...

É,
sou um tolo, também.

Branca disse...

Emocionante...quero ser tola sempre, porque não posso imaginar uma vida sem amor, sem sonhos...

Só alguém especial escreve tão lindamente...viva as diferenças!

bjos!

.moony. disse...

\o/
lindo demais i.i
nós simplesmente esquecemos de que quando falamos em inclusão realmente precisamos pensar em cada pessoa participante :D
teh +
o/*

fernando disse...

Vou ver se tomo vergonha na cara, e começa a acreditar também, afinal todos temos esta responsabilidade.
Muito boa a sua idéia Maria, bem diferente da maior parte das blogagens.

Mírian Mondon disse...

Parabens Maria! Que doçura, tão singelo e tocante esse coracao cheio de esperança!
Belissima participação!

Abraços

Désir La Vie disse...

'Sou um tolo que acredita, ainda, no amor'

Até parece, né? Tolos são aqueles que não acreditam...
Tb vou categorizá-lo como um princípe, pois é o que é.
Demais de maravilhoso!

Jaquelyne disse...

Lindo!
Perfeitamento belo e sincero!
Maria, em meu nome, cumprimente-o!Por favor!
Que mente bela...

Abraços!

LiLi disse...

Clap!! Clap!!!
Arrepios no corpo inteiro!!!
Obrigada por ter pesquisado!!!!!
Esse texto foi um dos melhores que li!!!
Parabéns!!!
Bjuss!!

Eduardo Santos disse...

Olá amiga. Vinha para comentar a Inclusão que acabei de ler e deparo-me com este verso de Florbela Espanca, parabéns pelo recebimento com as palavras da poeta, fico sensibilizado. Mas o poema que postou merece duas palavras: muitos parabéns. Tudo de bom para si amiga.

Desnuda disse...

Quantas vezes leio este poema, emociono-me, Maria... Uma lição de amor e de tantos sentimentos puros que nos chama a fraternidade´. Belíssinma postagem, Maria! Obrigada querida. Obrigada!!!



Um abraço especial