1 de janeiro de 2009

Feliz cada dia!

Abrem-se as cortinas! As emoções saltam de lá com limpidez e alegria. Mesmo as tristes tanto saltam que acabam por divertir-se no caminho. São como que originadas pelo que se viveu nos últimos dias. Os dias mais difíceis e os melhores. As maiores dores, os maiores amores. A sapiência de saber perceber, e a sensatez de sentir. Muito, bastante, com intensidade sentir. Sentir a dor extremamente, e dar muito mais sabor a sentir o amor. Emoções que lutam por expressar nas queridas palavras a liberdade absoluta de não pedir desculpas pelo que se é, de não acalentar nenhuma dor desnecessária, de não se deixar enganar e nem privar-se de declarar sentimentos. Jamais poderia desejar o amor que tive, e nunca, jamais julguei merecer. Que grande alegria foi conhecer sem expectativas e ser surpreendida com a candura que eu procurava ardentemente. Espalhei meus beijos doces, meus afagos, minhas palavras e meu olhar. Que lição me deu quem partiu, mas me deixou mais vida. Que grandeza particular foi não ter medo de ficar só comigo mesma. E sem grandes pretensões e nem comedimento, que maravilhoso foi apaixonar-me por mim. Estou perto, creio, de admirar-me. Foram tantos abraços, tantos segredos, tantas risadas, tantas lágrimas e tantas palavras. E eis que os passos renovam-se! Novas páginas que escreverei, novas palavras que já estão aqui, outras que virão, outras que partirão. Sinto por aí o tal aroma de Maria e levo o riso feliz e satisfeito. Vejo parte de mim em outro alguém. Vejo parte de outro alguém em mim. Muitas partes, muitas almas, muitas vidas. Permito-me desejar o mesmo de todas as manhãs: que saibamos viver nossos dias, sejam eles quantos for. E que, a despeito do tudo, nem eu, nem você, nem ninguém, como diria o poeta, tire a poesia das coisas.

A felicidade se encontra em horinhas de descuido

Guimarães Rosa.

.Saúde e Arte.

9 comentários:

Esther disse...

Que texto lindo e doce, Guimarães é especial,

desejo também para vc, meu anjo, um iluminado 2009!

bjinhos de ano novo,

Inspirações disse...

Feliz ano novo! Que seus sonhos sejam uma realidade em 2009. Que, acima de tudo, você alcance paz, compreensão, amizade e amor.

Saiba que você tem um novo amigo que estará acompanhando o seu blog. Não deixe de acompanhar o meu também... (inspiracoesmatinais.blogspot.com)

Qualquer Um disse...

Cara Maria,


Texto florido. Melhor, texto de campo semeado. Muita esperança, vigor.
Texto bom para um 1/janeiro.
um ab
Edu

Miguel Barroso disse...

Junta as partes e parte à descoberta.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

fernando disse...

Guimarães conseguiu contruir plenamente,algo híbrido que é só dele, a junção de prosa com poesia.
Lembrei-me de uma frase do inicio daquele conto dele "O espelho": Quando nada acontece, um milagre aconteceu e não vimos.
Nossos olhos perderam a capacidade de enxergar a magia do que é tido como comum.
ESpero que nesta nova fatia do tempo possamos retirar enxergar através das nuvens da razão.

silvioafonso disse...

.


Eu jamais criticaria um texto de quem quer que fosse, porque só eu sei o que sinto quando fecho os meus olhos e deixo os dedos dizerem, no teclado, o que envolve a minha vida. Um circuito ligando o meu coração à minha alma não me permitiria comentar palavras que só quem diz sabe o que elas representam.
Para muitas pessoas talvez não signifiquem nada ou queiram dizer alguma coisa, mas para mim, têm momentos que elas representam a minha vida.
Portanto eu leio e interajo. Eu embarco nessa aeronave do sentir e da audácia de comentar, mesmo sabendo que o valor do sentimento é grande, absolutamente maior para quem o sente e gentil, tenta dizer através de textos a quem gosta e quer bem.

silvioafonso.




.

.duas doses de desdém - Gui disse...

"A sapiência de saber perceber, e a sensatez de sentir"

Adorei!!!

Ótimo 2009!!

beijo, querida! Estou te adicionando!

;**

jamana disse...

Achei super fofo o seu blog....
gostei....
Feliz Ano Novo....:)
tudo de bom...
=*

Desnuda disse...

Maravilha de texto! E a frase de Guimarães Rosa um enxerto perfeito. E acredito que é exatamente assim como funciona esta sensação maravilhosa - a felicidade.


E te desejo esta descontração sempre para que sejas muito feliz, Maria!

Beijos!