24 de janeiro de 2009

Desassossego

Tão desamparada. No canto, pernas cruzadas, olhar distante. Emoções, revolta, indignação. Consternação, dor, súplica. Neste sentir, inadmissível, entregar-se-ia a qualquer abraço, promessa ou consolo. E por isso mesmo corre, tranca a porta e se esconde. De si mesma.

"Pode ser mesmo que eu sinta duas coisas inconjugáveis ao mesmo tempo. Não importa." Livro do Desassossego

22 comentários:

Sedokao Morutaru disse...

Adoro aqui, quando vi pela priemira vez, me aliviou a alma. Sempre que der estarei comentando.


As vezes é engraçado, sentirmos duas coisas, dois sentimentos ao mesmo tempo :)


até breve.

Sedokao Morutaru disse...

p.s: Nunca pensei que a forma que tu pensas, poderia gostar ou pelos menos se interessar pelo o que escreve .

Paulo disse...

Olá Maria,

Machucado assim, vulnerável, as vezes é melhor trancar a porta...temporariamente!

Lindoo!

lyani disse...

Que desassossego.
Belas palavras, belo trecho, mas... Está tudo bem?
Bjos,
Ly

fernando disse...

A questão de fugir de si mesmo, remeteu-me ao livro "O retrato de Dorian Gray", de Oscar Wilde, mas isso pode ser um grande perigo.

Alice ainda mora aqui disse...

É uma fase incrível pra delimitar fronteiras. Desassossego é bom. Nem que sirva pra gte sacar que precisa mudar de rumo.

besos Mary!!!!

Sedokao Morutaru disse...

Sei lá, vai entender rsrs.
P.s: seu nome é maria?

Princesa disse...

Só me lembra a nossa fragilidade!!!
Muito bonito.

Bj

Luana Gabriela disse...

� exatamente o que vou fazaer agora, trancar a porta e esconder-me de mim mesma. Antes passei por aqui para te agradecer pelas visitas aos meus blogs..ser�s sempre bem vinda!!


Bjos

Esterança disse...

Tenho um desassossego suspenso na alma,
disso eu entendo bem!!

Querida, obrigada pela visita generosa no meu canto,

a rosa! e sua sensibilidade que aflora,

bjs!

Fabricio Carlos disse...

[oi... quanto ao teu comentario no meu post: consolar não consola... me deixa triste saber que tem mais gente assim...
E sim, aquelas palavras são minhas...]

.duas doses de desdém - Gui disse...

Estou me sentindo bem assim hoje...

:(

beijos!!!

Esterança disse...

Oi Querida, eu de novo!!

passa no meu blog depois, tem meme para vc lá!!



beijos,

Inspirações disse...

...

;-)

' Rôh disse...

"E por isso mesmo corre, tranca a porta e se esconde. De si mesma."

Puxaaa, parece que escreveu pra mim esses dias desassossegados. ^^



Cheiro, Roh

Sonhos Amadores disse...

"[...]entregar-se-ia a qualquer abraço, promessa ou consolo. E por isso mesmo corre, tranca a porta e se esconde. De si mesma."

Às vezes eu também me escondo de mim mesma, se é bom ou ruim, não se sabe. Mas, uma certeza, esse seu lugar é lindo! É delicioso ler seus textos!

Um beijoo

Fabricio Carlos disse...

'brigado

Sedokao Morutaru disse...

Um beijo :*

Lá Cociuffo disse...

As vezes, quando tenho vontade de abraçar o mundo, tranco-me no quarto e padeço.

Nanda disse...

Pessoa em várias pessoas.. o mais próximo dele mesmo (ou mais distante de nós). o livro de cabeceira que me assossega a alma mesmo não querendo.

amei blog. parabéns.

Águas de Março disse...

Lindo o que você falou, na verdade acho que é perfeito. beijos

Luana Gabriela disse...

Maria, seus comentários me entusiasmam a ser quem sou, mesmo que através de palavras que talvez falem muito, talvez não falem nada.. tens descoberto meu eu... me identifico com teus textos..

Bjos